Quote

Emancipação iluminada, liberdade, pura e imaculada felicidade o esperam, mas você tem que escolher a embarcar na jornada interior para descobri-lo.
B.K.S Iyengar

quinta-feira, 4 de abril de 2013

O heroi auspicioso, Virabhadra

Essa semana estamos praticando os asanas dedicados ao Virabhadra (vira = heroi, bhadra = auspicioso) então vou contar a história dele:

O deus Shiva casou-se com a Sati, contra a vontade do pai dela, o Daksha. Para mostrar o seu desgosto pelo casamento, o Daksha, ao organisar um grande festival de sacrificios, convidou todos os deuses, menos o Shiva. A Sati ficou tão aborrecida com o mau gosto do proprio pai, que ela se jogou no fogo, terminando a propria vida. Quando Shiva soube da morte da esposa, ele ficou com tanta raiva, que ele arrancou um fio do proprio cabelo e o jogou no chão. Dalí surgiu o Virabhadra, um guerreiro forte com um exercito aos seus pés. Esse se curva diante do Shiva, perguntando como ele pode servi-lo. O Shiva responde que gostaria de ver Daksha sem cabeça, e todos os convidados do festival mortos ou feridos. Em instantes, o impiedoso Virabhadra tem concedido os pedidos do Shiva, mas quando esse ve o estrago feito, ele pede perdão ao Brahma, o deus criador, e restaura os feridos e da uma cabeça de cabra para substituir a cabeça perdida do Daksha.

A pratica de virabhadrasana nas três variações que nós conhecemos, obviamente não tenta ensinar para nós como tornarmos violentos e sair cortando as cabeças das pessoas que nós deixam humilhados. Ensina como tornarmos impiedosos com nosso próprio ego, e como cortar fora nossas próprias fraquezas. Podemos pensar na nossa natureza "guerreiro espiritual" como desenvolvendo couragem, foco inbalável e determinação para lidar com os momentos desafiadores da vida.

Deixo com vocês uma foto para que se inspirem para amanhã - BKS Iyengar em Virabhadrasana III


Nenhum comentário:

Postar um comentário